domingo, 26 de setembro de 2010

ROTEIRO DE ENTREVISTA COM ORIENTADORES EDUCACIONAIS

Respondi essas perguntas a pedido de Angeline e convido aos OE que lêem este blog para que também respondam, se assim desejarem e se deixarem o link da resposta terei muito prazer em ler.

 Há quanto tempo atua como Orientador Educacional?
Juntando tudo acho que fiquei uns 3 anos na OE, sempre que a escola precisa de supervisor ou coordenador pedagógico sou lotada nessas funções.

 Já exerceu outras funções na escola? Quais?
Professora: 7 anos
Coordenadora Pedagógica: 3 anos

 Qual a sua formação?
Pedagogia - Orientação Educacional

 Qual o número de alunos por Orientador Educacional na escola em que você atua?
Trabalho em duas escolas; em uma é de 720 alunos, porque sou sozinha no setor. Em outra é de uns 500 alunos/orientador

 Você diria que há sobrecarga de trabalho para você?
Com certeza, principalmente porque estamos organizando serviço agora, pois antes não havia OE em nenhuma das duas escolas.

 O serviço de Orientação Educacional dispõe de espaço físico adequado?
Possuímos um espaço próprio, mesmo que na escola municipal ainda não tenhamos mobiliário adequado e na estadual tenhamos que lidar com algumas situações incômodas, pois o espaço foi adaptado com muita boa vontade e trabalho pela direção da escola.

Quais suas principais atividades enquanto Orientador Educacional?
No momento, só apagando incêndios na nova escola, tem um mês que estou por lá e pretendo conseguir tempo esta semana para organizar o SOE, fazer o plano de ação e também um cronograma de trabalho para que as coisas fiquem melhores. Na escola municipal, também não consegui fugir dos casos de “incêndios” principalmente relacionados à indisciplina do aluno e falta de preparo do professor para lidar com essas situações. Mas além desses incêndios atendo os casos de infrequencia, através de visitas, orientação de estudos, orientação profissional e divulgação do regimento escolar; o atendimento a pais também é realizado por mim, além do clássico aconselhamento, organização do Conselho de Classe, etc.

 Cite bons autores na área de Orientação educacional?
Sônia Melo e Grinspunn são minhas favoritas, mas também tem Heloisa Luck, que aprecio; não gosto muito de Giacaglia, o livro dela não acrescenta muito, é uma espécie de manual e não condiz com a realidade do dia a dia do OE da escola pública na minha região.

 Como é feito o planejamento do Serviço de Orientação Educacional?
Agora estou em fase de planejamento na estadual, tem um mês que comecei lá e precisei desse tempo para conhecer a escola. Vamos fazer em parceria eu e a outra OE, e com base na realidade escolar procuraremos focar nossas ações nos pontos necessários, dentro de nossa área de atuação, para contribuirmos com o projeto pedagógico da escola.
Na municipal, estou em fase de revisão do plano de ação e trabalho muito em parceria com a coordenação pedagógica. Sempre procuro observar meu cronograma e revisar o plano mensalmente para atingir os objetivos propostos.

 Como você avalia a postura dos Orientadores Educacionais atualmente?
Difícil de responder isso, porque só a um mês temos outra OE no distrito, mas num plano mais amplo, acredito que precisamos de nos unirmos pois essa formação em nível de especialização de 360 horas tem colocado no mercado profissionais cuja habilitação não vem acompanhada dos conhecimentos necessários para a prática profissional e isso tem sido amplamente aceito na hora de assumir a função através de concursos públicos. Quero deixar claro que essa é a realidade em Rondônia, onde também não são realizados congressos ou seminários na área. Acredito ainda que precisamos adquirir o hábito de pesquisas e publicações voltadas para a nossa área de atuação.

 Quais os principais obstáculos encontrados por você no desempenho de suas funções?
Má compreensão da função do OE na escola; grande demanda por intervenções não planejadas e cobrança por resultados imediatos, que adia o início de ações projetadas e mais eficazes em longo prazo.

 Seu trabalho seria melhor se .....
Tivesse trabalhando com uma carga horária menor e contasse com o apoio de profissionais auxiliares como fono, oftalmo, psicólogo, Conselho Tutelar, Ministério Público, etc. que só existem a 400 km de onde moro.

 Quais as principais características de um bom orientador educacional?
A principal característica para um bom OE é gostar de trabalhar com crianças e adolescentes, entender as etapas do desenvolvimento humano, acreditar que todos tem potencial e que a educação é o melhor caminho.

 O seu contato direto com alunos ocorre geralmente em que ocasiões ou por quais motivos?
Ultimamente tem sido quase diário, principalmente por problemas de disciplina em sala. Mas também há os que me procuram espontaneamente, para compartilhar algum momento que estejam vivendo, seja difícil ou feliz; isso acontece na escola ou em minha casa. No próximo mês estarei iniciando as atividades de Orientação Profissional, que é mais uma oportunidade de contato. Também sou solicitada por eles para a indicação de livros literários, tarefa que faço espontaneamente e com prazer, pois gosto muito de ler.

 A Orientação Educacional tem contato com o corpo docente? Quais?
Sim e bem freqüente, além de reuniões e conselhos, sempre há as conversas informais para verificar como está a turma em si, ou alguns alunos especificamente. Alguns professores também procuram auxílio com relação à dificuldades e problemas pessoais que estejam interferindo no trabalho.

 Qual a principal diferença entre o trabalho do supervisor (coordenador) e do orientador?
O supervisor trabalha com a parte ligada ao ensino e desenvolvimento do currículo o OE trabalha especificamente com alunos.

 O planejamento do Serviço de Orientação é feito por quem?
Pelos Orientadores.

 Quem é responsável pelas reuniões do Conselho de Classe?
Na escola municipal o OE, na estadual o supervisor.

 Quais são os projetos desenvolvidos pelo SOE?
Orientação Profissional / A hora do conto / Nenhum a menos / etc.

 Os professores compreendem seu papel?
Vou aproveitar a próxima reunião para explicar bem a minha função de acordo com a normativa da SEDUC/RO, pois ainda não tive essa oportunidade.

 A secretaria estadual oferece apoio, como cursos de formação continuada para orientadores, encontros, etc.?
Nem no Estado, nem no Município.

2 comentários:

  1. OLá,Edilene!
    Este seu roteiro foi de grande valia para minha formação, me ajudou muito a vai acrescentar na vida de muitos orientadores educacionais que seguem seu blog.Gostaria que você postasse mais artigos da nossa área para aumentar nosso conhecimento.Obrigada e sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir